No início da noite do último domingo (8), se alguém dissesse que a HBO não ganharia nenhum prêmio no Globo de Ouro, poucas pessoas a levariam a sério. No entanto, o improvável se concretizou: das catorze indicações, a emissora de TV a cabo saiu de mãos vazias, enquanto a FX ganhou quatro prêmios e a Netflix e a AMC, dois cada.
Em entrevista para o Hollywood Reporter, o presidente de programação do canal, Casey Bloys, disse: “por um lado, estou muito orgulhoso das catorze nomeações. Por outro, é sempre mais divertido ganhar, mas estamos orgulhosos dos programas. Você ganha uns e perde outros”. “Fomos bem no Emmy, mas tivemos um ano atípico no Globo de Ouro. Acontece”, completa.
Nos últimos anos, porém, a HBO não tem tido um bom aproveitamento nesta cerimônia. No ano passado, das 7 indicações, o canal levou um prêmio. Em 2015, concorreu em 15 categorias, mas apenas “The Normal Heart” rendeu um troféu.
“The Night Of” e “Westworld” foram bem recebidas pelo público e, portanto, é de se imaginar que as novas temporadas rendam bem. “Game of Thrones”, por sua vez, promete episódios eletrizantes nessa nova fase. Seria, portanto, 2018 o ano da HBO?